DIETA ALCALINA – Quer saber mais? por Iris Azi

Na prática, isso quer dizer mais destaque para frutas, verduras e cereais integrais

Emagrecer e deixar o corpo livre de toxinas são as promessas da dieta alcalina que vêm conquistando muitos famosos. Victoria Beckham, Jennifer Aniston, Robbie Williams e Gwyneth Paltrow são alguns adeptos. A ideia é ajustar a alimentação para deixar o pH do sangue mais alcalino, favorecendo a eliminação de toxinas.

Esta dieta visa diminuir a acidez no sangue ajudando a equilibrar o organismo. Além disso, ajuda a desintoxicar o corpo, acelerar o metabolismo, melhorar a saúde geral, facilitando o emagrecimento, sendo por isso uma dieta ideal para quem quer perder peso.

A dieta alcalina coloca no cardápio alimentos saudáveis, como frutas, verduras e legumes, e retira as carnes gordurosas, farinha branca e industrializados que, em excesso, fazem mal à saúde. Por isso, se bem balanceada, pode funcionar como uma reeducação alimentar.

alcalino1

Na prática, isso quer dizer mais destaque para frutas, verduras e cereais integrais, na hora de montar o prato, enquanto carne vermelha e leite integral ficam de lado.  Não sou adepta  a dieta alcalina,  mas já me identifiquei só por ela colocar no prato mais alimentos saudáveis e retirar as carnes gordurosas e industrializados, isso é muito bom!

Os alimentos permitidos na dieta são os alimentos alcalinos como: sal mineral, adoçante stevia, pepino, couve, salsinha, coentro, algas marinhas, semente de abóbora. Alimentos moderadamente ou ligeiramente alcalinos como abacate, beterraba, tofu, limão equinoa também são permitidos.

Já os alimentos ácidos devem ser evitados. Entre eles estão: bebidas alcoólicas, café, refrigerantes, chocolate, geleias, sorvetes, açúcar, mel ou adoçante, mostarda, molho de soja, vinagre, cevada, centeio, malte, milho, carne, mariscos, queijo, cajú, amendoim, pistache, frutas secas, batata e cogumelos.

shutterstock_57316204

Os alimentos moderadamente e ligeiramente ácidos como feijão, maçã, iogurte, manga, cerejas, leite ou sementes de linhaça também devem ser evitados, podendo apenas contribuir para 40% da alimentação que corresponde a 2 refeições de alimentos alcalinos em um dia com 5 refeições.

Apesar da proposta da dieta alcalina ser super positiva, ainda não existe nenhum estudo científico para provar que ela pode levar ao emagrecimento.

Independente se você irá seguir os passos dos famosos se tornando adepta da dieta alcalina, existem algumas dicas básicas que podem ajudar no emagrecimento como: beber muita água, fazer exercícios físicos, evitar bebidas alcoólicas, comer peixe duas a três vezes na semana, evitar alimentos gordurosos e açúcar. O que importa é cuidar da saúde, não é mesmo?

 

1 Comentário on DIETA ALCALINA – Quer saber mais? por Iris Azi

  1. Interessante, graças!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*