Cinema depois dos 40: Os 10 melhores filmes sobre a mulher madura

No artigo de hoje, vamos falar um pouco dessas obras que retratam a mulher madura em diferentes nuances e contextos, e que acabam representando, por conseguinte, um pouquinho de nós mesmas.

Por Iris Azi

Quem nunca ouviu o velho ditado “a arte imita a vida”? Muitas vezes, em nossas relações pessoas, profissionais e afetivas, nos deparamos com verdadeiros dramas ou situações inusitadas que nos remetem, instantaneamente, a algum filme ou a uma personagem em específico. Acreditem, quando você é uma mulher madura e já passou por muitas experiências na vida, essa sensação é quase que diária. No artigo de hoje, vamos falar um pouco dessas obras que retratam a mulher madura em diferentes nuances e contextos, e que acabam representando, por conseguinte, um pouquinho de nós mesmas. Elegemos os 10 melhores filmes sobre a mulher depois dos 40. Divirta-se e boa sessão!

200px-Divã

1 –  DIVÃ

Esta divertida história estrelada por Lília Cabral no papel de Mercedes fala sobre a primeira experiência de uma mulher de 40 anos num analista. Entre as atividades de redescoberta de si mesma e as novas aventuras a viver, Mercedes descobre que a meia idade é apenas o início de uma das fases mais ricas e divertidas da vida.

em_seu_lugar_filmes_2005_img_poster_br_jpg_290x478_upscale_q90

2 – EM SEU LUGAR (In HerShoes)

Duas irmãs de meia idade, Maggie (Cameron Diaz) e Rose Feller (Tony Collette), calçam o mesmo número, mas são extremamente diferentes na personalidade. Após brigarem, decidem fazer uma viagem juntas, com a ajuda de uma avó recém-descoberta, Ella Hirsch brilhantemente interpretada por Shirley McLaine. Nesta aventura, vão conhecer o amadurecimento pelo ponto de vista uma da outra e estreitar relações emotivas, ao despertarem os fantasmas de seu passado familiar em comum.

download

3 – UM DIVÃ PARA DOIS (Hope Springs)

Estrelado pelos oscarizados Meryl Streep e Tomy Lee Jones no papel de um casal de meia idade, esta comovente e sensível história fala sobre a redescoberta do corpo e da sexualidade da mulher madura, que começa a enfrentar seus dilemas mais profundos sobre desejo, sexualidade e vida a dois. No intuito de retomar a vida sexual no seu casamento, Kay (Meryl Streep) busca a ajuda de um terapeuta para voltar a se sentir desejada pelo marido. Uma situação pela qual muitas mulheres maduras se encontram.

101571_000_p

4 – PROVOCAÇÃO (The Door on the Floor)

Baseado no romance “Viúva por Um Ano”, de John Irving, esta adaptação conta a história de Marion Cole (Kim Basinger), uma mulher madura que tem uma série de traumas após presenciar a morte violenta de seus dois filhos queridos, o que sucedeu em uma série de problemas em seu casamento com o renomado escritor Ted Cole (Jeff Bridges) e seu relacionamento com sua filha mais nova, a quem teve apenas para preencher o espaço vazio deixado pela perda trágica que sofrera.

download (1)

5 – CHOCOLATE (Chocolate)

Este filme retrata o espírito aventureiro da mulher madura que é desprendida de laços e de lugares. A chocolateira VianneRocher (Juliette Binoche) é uma mãe solteira nômade, que vive mudando de cidade periodicamente com a sua filha de seis anos e despertando, a cada lugar que passa, a curiosidade e o desejo dos moradores pelo chocolate, uma vez que abre uma chocolateria em cada cidade. Ao se deparar com uma conservadora e extremamente religiosa na zona rural da França, Vianne vai encarar seu principal desafio: quebrar os paradigmas sociais que a impedem de ser livre o suficiente para criar laços com lugares e pessoas.

O_Diabo_veste_Prada

6 – O DIABO VESTE PRADA (The DevilWears Prada)

Este filme representa as mulheres poderosas da indústria da moda e do mundo editorial, mas do ponto de vista humanizado. Editora chefe da revista de moda Runaway Magazine, Miranda Priestly (Meryl Streep) é conhecida por ser durona com seus funcionários e uma executiva extremamente ambiciosa no mercado editorial. O filme aborda diferentes nuances da mulher madura no mundo dos negócios, que muitas vezes, ao dar prioridade ao trabalho e ao sucesso, abre mão de relações familiares saudáveis e tempo para si mesma.


download (2)

7 – ÁLBUM DE FAMÍLIA (August: OsageCounty)

Imagine um encontro familiar entre irmãos que estão na meia idade e ainda não conseguiram chegar a 10% do que pretendiam durante a juventude, com uma mãe lutando contra um câncer e viciada em medicamentos, na situação da morte do pai. Isso é Álbum de Família. Centrada na relação explosiva entre mãe e filha, Violet e Barbara Weston, interpretadas por Meryl Streep e Julia Roberts, respectivamente, este filme é um drama que retrata os desafios familiares que as mulheres maduras enfrentam diariamente, ainda mais quando não contam com uma estrutura familiar saudável. Tenso, mas necessário para a reflexão.

20202562

8 – TERRA FRIA (North Counrty)

Baseado numa história real ocorrida no País de Gales, Terra Fria relata as lutas de um grupo de mulheres de meia idade que trabalham na mineração por mais respeito por parte de seus colegas homens e condições dignas de trabalho, denunciando diversos casos de exploração sexual e assédio no ambiente de trabalho. Estrelado pela belíssima Charlize Theron, é um desfile de ótimas interpretações.

92287--que-horas-ela-volta-e-o-diapo-2

9 – QUE HORAS ELA VOLTA?

Recente pérola do cinema nacional, Que Horas Ela Volta? é sobre as mulheres que passam a vida inteira vivendo pelo trabalho e chegam à idade madura cheias de pendências familiares e pessoais para resolver. Val (Regina Casé) é empregada doméstica, nordestina, que criou os filhos de seus patrões em São Paulo, inclusive vivendo na casa deles. Ao abrigar a filha que não via há 10 anos na casa dos patrões, desencadeia-se uma série de eventos que vão expor a fragilidade das relações interpessoais que ela mantinha com aquela família, o que a fará repensar sua conduta até agora, como uma mulher madura e que deve prezar por suas liberdades individuais. Que Horas Ela Volta? é a aposta do Brasil para o Oscar 2016. Torçamos.

19870694.jpg-r_160_240-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

10 – AO ENTARDECER (Evening)

E em primeiríssimo lugar, um dos clássicos de Susan Minot e um dos filmes mais tocantes dos últimos 20 anos, Ao Entardecer. No leito de morte, Anne Grant (Vanessa Redgrave) relembra uma tarde especial na sua vida, quando conheceu Harris (Patrick Wilson), por quem se apaixonaria profundamente pelo resto da sua vida. Ao passo que nenhuma de suas pretensões se realizam e ela entra na idade madura com o sentimento de frustração, a obra suscita reflexões sobre hesitação, arrependimento e culpa, sentimentos que, às vezes, carregamos para o resto da vida, comprometendo nossa autoestima e a tão buscada felicidade. Um filme essencial!

Gostou da seleção? Ainda não tinha ouvido falar de muitos destes filmes? Que tal separar um tempinho para assisti-los e comentar com a gente? Acesse www.MulherDepoisDos40 e mantenha-se informada das novidades. Viva a maturidade com arte e cultura! Até a próxima!

1 Comentário on Cinema depois dos 40: Os 10 melhores filmes sobre a mulher madura

  1. Jaqueline Santos // 04/11/2015 em 14:15 // Responder

    Muito amor por AO ENTARDECER!! CHORO MUITO!!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*