Adorável Velho Mundo Novo por Larissa Moraes: Dia dos Pais pela Diversidade

O que precisamos é abraçar e respeitar a alegria e o desejo do outro ter a responsabilidade da criação, da dedicação e do eterno amor.

Quando falamos em Dia dos Pais, muitas vezes esquecemos que a pluralidade dos modelos familiares é um fato em nossa sociedade e a que a figura paterna também assume formas variadas.

Da diversidade de gênero humano e orientação sexual nasceram todos os tipos de pais: os pais héteros, homossexuais, bissexuais, transexuais ou aqueles que, simplesmente, se identificam apenas como pais. Seja como for, para seus filhos todos os pais são heróis, sábios, amigos e amáveis, incansáveis em sua dedicação paternal.

Temos os pais professores, cantores, vendedores, estilistas, os bailarinos, os pacatos, os aventureiros, temos pessoas de várias profissões e estilos de vida, mas todos criam seus filhos para um mundo melhor, sem nenhum tipo de preconceito.

Todos os pais zelam por cada passo de seus filhos e ao mesmo tempo respeitam os caminhos que eles escolheram seguir. Há também aqueles que lidam com amor e de maneira exemplar com a orientação sexual e identidade de gênero de suas filhas e filhos.

image_1

Fui criada por um pai e uma mãe heterossexuais que me deram todo amor e proteção que qualquer filha(o) necessita, que me ensinaram os verdadeiros valores da vida e que definitivamente são seres humanos para se espelhar. Tenho uma irmã e um irmão, que foram criados da mesma forma, ambos heterossexuais e eu a única homossexual. Mas porque estou trazendo meu exemplo? Apenas para elucidar que pais heterossexuais podem ter filhos homossexuais, assim como, pais homossexuais podem ter filhos heterossexuais.

A figura simbólica do pai e da mãe é de grande importância no crescimento e desenvolvimento dos seus filhos, e contribuirá com a formação da sua personalidade, que o acompanhará ao longo de toda sua vida. Contudo, não vai ser a ausência ou de uma figura masculina, ou de uma figura feminina que será prejudicial para o desenvolvimento dessa criança, muito menos um indicativo para orientação sexual e identidade de gênero. Basta pensamos nos pais solteiros, pais divorciados, viúvos, etc.

image

Desta forma, que sejamos menos preconceituosos, e que possamos compreender que pais gays e pais héteros são todos iguais. Que não se pode mais tratar com obrigatoriedade as figuras de pai e mãe como peças centrais de uma família “perfeita”.

O que precisamos é abraçar e respeitar a alegria e o desejo do outro ter a responsabilidade da criação, da dedicação e do eterno amor. Que o conceito de família seja de apenas pessoas que se amam, se cuidam e têm responsabilidade entre si. Viva o dia dos pais. Viva a família. Viva a diversidade. Viva o amor.

 

Conheça nossa nova Colunista:

FullSizeRender

Larissa Gomes de Moraes é soteropolitana, pisciana, nascida em 16 de março de 1984. Em 2002 iniciou sua primeira graduação no curso de jornalismo na Faculdade Unijorge e atualmente é estudante de engenharia civil. Durante o curso de jornalismo participava da redação do “Jornal Entrelinhas” veiculado na instituição com o propósito de divulgar acontecimentos e informações internas. Em 2005 criou a revista “Pêlo&Você” com publicações que tinham o objetivo de apresentar os contrastes e diversidade de Salvador. Em 2006 formou-se e foi morar na Irlanda para estudar inglês. Na Europa Larissa Moraes iniciou sua história na militância LGBT participando de manifestações pacíficas e ações sociais promovidas por grupos de ativistas. Em 2008 retornou ao Brasil inspirada e com desejo de mudança. Revelar publicamente para seus amigos e familiares sua orientação sexual foi o primeiro passo em combate a LGBTfobia.
Em 2013 criou o movimento TireSuaBikeDoArmário que reúne muitos seguidores, com o objetivo de proporcionar visibilidade e reflexão acerca da diversidade sexual e de gênero, associando a valores positivos e desmistificando o preconceito através das práticas esportivas garantindo a população LGBT um momento de lazer e entretenimento. Atualmente lidera o Núcleo da Diversidade LGBT do Partido Verde de Salvador, com iniciativas de combate a LGBTfobia por meio de campanhas, manifestações, roda de discussões entre outras atividades desenvolvidas pelo núcleo.

2 Comments on Adorável Velho Mundo Novo por Larissa Moraes: Dia dos Pais pela Diversidade

  1. Toda forma de amor é amor. O mesmo serve para os pais. Toda forma de pai é pai. 😍

  2. Carlos Triunfo // 06/09/2016 em 20:37 // Responder

    Plenamente deplorável e indigno. Constituição de uma família tem como base HOMEM E MULHER para procriação e manutenção de uma família tradicional como Deus sempre determinou.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*