“Enquanto Todos Dormem” em turnê nacional chega a Salvador

Romance entre soldados é tema de espetáculo ambientado em um campo de treinamento em 1938, período pré 2ª Guerra Mundial

Depois de lotar as sessões em Brasília e Curitiba, a turnê do espetáculo “Enquanto Todos Dormem” chega a Salvador para três apresentações no Teatro Vila Velha, de 13 a 15 de maio. Em cena, Pedro Andrade e Luíz Gustavo Silva, soldados do exército, são convocados para um treinamento em local distante de onde moram. Longe de suas famílias e confinados em um ambiente hostil, eles compartilham suas angústias e a expectativa de um combate iminente. Em contraponto à tensão, surge a cumplicidade, o respeito e a admiração entre os dois jovens, afeição que os leva a viverem aventuras íntimas. Conflito e leveza norteiam a trama do espetáculo, uma produção da MACA Entretenimento (RJ), que segue, depois de Salvador, para Belo Horizonte, Fortaleza e Recife.

Sobre o roteiro:

Cenografia e sonoplastia transformam o palco em uma base militar do ano de 1938, localizada no Peru. Ao longo dos sessenta minutos de espetáculo, as lembranças vividas por Pedro, ao lado de seu parceiro, Luíz, são trazidas à cena. Através dos diálogos, entremeados de contrastes, é revelada a instigante amizade entre dois rapazes que se transforma em um romance explosivo. “Isto porque se trata da vida de dois garotos cheios de sonhos, inseridos em um contexto nada favorável”, explana Thiago Cazado, que assina o 10° texto de sua carreira. A angústia velada se esvai nos momentos de descontração entre os dois, “válvula de escape para os dias duros e que faz as personagens se unirem, como se um encontrasse no outro um motivo bom para estar ali”, conta o autor.

Pedro, a personagem central da trama, é tímido e reservado. Ele desenvolve por Luíz uma admiração e o toma quase como um ídolo, pois é Luíz quem o apresenta a um mundo de liberdade e adrenalina, com pitadas de provocação sexual. Tal comportamento de Luiz leva Pedro a enxergá-lo como um “oponente desafiando sua libido”. A dramaturgia, com diálogos ágeis e iluminada por imagens contemplativas, utiliza-se de códigos teatrais inusitados para dar solução a alguns elementos trazidos à cena. Exemplos disso são os sons de animais que retratam as personagens que não aparecem fisicamente no palco ou a utilização da expressão corporal e da trilha sonora para transportar o publico para cenários como uma cachoeira.  “É o que faz do teatro, o teatro”, acredita Cazado.

 

Sobre a MACA Entretenimento:

Este é o segundo espetáculo com temática envolvendo a diversidade sexual produzido pela MACA entretenimento. A produtora também é envolvida em produções cinematográficas e já reúne mais de 500 mil views no youtube. Em março de 2016, por exemplo, a MACA produziu o filme curta metragem “Tenho Local”, já com mais de 200 mil views em menos de um mês de publicado. O filme irá virar um longa metragem, com roteiro já pronto e que será gravado no final deste ano.

Em sua passagem por Brasília, “Enquanto todos dormem” esgotou todas as sessões e conquistou o público. Depois de Curitiba e de Salvador, o espetáculo segue para Belo Horizonte. A produção procurou facilitar o acesso ao valor reduzido do ingresso: quem apresentar o flyer impresso ou eletrônico na bilheteria do teatro, garante a meia-entrada (R$ 20,00). O flyer eletrônico está disponível na página do Facebook da Maca Entretenimento.

Ficha Técnica:

Texto e direção: Thiago Cazado
Elenco: Renan Mendes e Thiago Cazado
Assistente de direção: Luiza Pomar
Produção: Marina Falcão
Produtor associado: Mauro Carvalho
Cenografia: Armando Araújo
Iluminação: Ludmila Maria
Trilha sonora: Joaquim Menezes
Contrarregra: Maria Soares
Fotografia: Marcus Valderato
Realização: Maca Entretenimento

Serviço:

Enquanto Todos Dormem
Dias: 13, 14 e 15 de maio
Horários: sexta e sábado às 20h; domingo às 19h
Local: Teatro Vila Velha [Avenida Sete de Setembro, Campo Grande]
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)*
Vendas: bilheteria do teatro ou através do site www.ingressorapido.com.br
Classificação indicativa: 16 anos
Mais informações: (71) 3083-4600

 

* pagam meia entrada: estudantes; professores da rede pública de ensino; menores de 21 anos; pessoas maiores de 65 anos; e pessoas munidas de panfleto (é possível imprimir o panfleto na página da peça: www.facebook.com.br/macaentretenimento).

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*